Arquivo mensal: abril 2012

Fluxograma do créu

Anúncios

Olha o tio Max Campos aí gente!

Olha o Patrick brito aí gente!

Loiras burras? nem sempre…

(homem) – Oi gata… Qual é seu telefone?
(LOIRA) – Nokia. E o seu?

(homem) – Uau! Isso aqui é uma calçada ou uma passarela de moda?
(LOIRA) – Hum, agora você me pegou… É que eu não sou daqui. Então não sei te informar…

(homem) – Eu não tiro o olho de você!
(LOIRA) – Ainda bem, né? Senão eu fico cega!

(homem) – Nossa! Eu não sabia que boneca andava!
(LOIRA) – Sério? Nossa, você tá por fora, hein? Já tem até Barbie que anda de bicicleta!

(homem) – Que curvas, hein!
(LOIRA) – Nem me fala… Eu bati o carro 7 vezes pra chegar nessa festa!

(homem) – Esse seu vestido vai ficar lindo jogado no chão do meu quarto!
(LOIRA) – Quer comprar um igual pra fazer um tapete? Eu te indico a loja…

(homem) – Meu coração disparou quando eu te vi!
(LOIRA) – Socorro! Alguém ajude! O moço está tendo um ataque cardíaco!

(homem) – Eu quero o seu amor, gata!
(LOIRA) – Espera só um pouquinho… Amô-or! Tem um moço aqui querendo você!

(homem) – Quer beber alguma coisa?
(LOIRA) -Ai, que bom que você apareceu, garçom!

(homem) – Me dá seu telefone, vai!
(LOIRA) – Socorro ! Um assalto!

Campanha Xô Octavinho!

AJUDE A BANIR O CABEÇA DE COGUMELO DA INTERNET E TRANSFORMA-LO APENAS NUMA DESAGRADÁVEL LEMBRANÇA VIRTUAL!!!

Esse cabeça de bambolê  produto do esgoto de São José do Rio Preto é afamado na internet por ser amante enrustido duma bicha mirim e ateu de merda pseudo-fã de Nietzsche.

Esse guri insuportável que passa o dia inteiro na internet postando merda sobre ateísmo e proferindo opiniões imbecis e insultando a religião dos outros é estudante do curso de Letras da UNESP/IBILCE e ex-aluno que levava chave de cueca no Colégio Salesiano de São José do Rio Preto.

Deveriam colocar nesse desastre sub-humano uma máscara de ferro semelhante a do filme “O Homem com a máscara de ferro” – para que nunca mais a sua face medonha e idéias preconceituosas sejam causadoras de revoltas com imbecis desta espécie na internet.

O problema é que a cabeça dele em constante estado de deformidade e mutação continua crescendo assim o metal a ser usado  para forjar uma máscara de ferro ainda não existe.

As  entidades anti-gays e contra ateus fajutos, em solidariedade a nossa campanha, informaram que irão colocar uma barra de ferro no rabo dele!

Octavismo é uma doença genética que causa aumento do cranio e morte da massa cinzenta, seu nome científico é “gonorrea cerebralis”.

O diagnóstico é fácil e aparente, pois o portador é em 100% dos casos filho de prostitutas zoofilistas, que após manter relações sexual anal com jumentos, jegues e asnos tem diarreia fratulenta vindo a parir seres com cabeças deformadas.

As consequencias do Octavismo são caracterizadas por tendencias homossexuais, ateístas e megalomaniacas com distúrbio de personalidade.

Os portadores desenvolvem ilusões mentais que são pessoas bem sucedidas mas na verdade esse é o estágio avançado da doença que gera o chamado octavismo hiper psicótico.

O quadro psicótico se manifesta em redes sociais e blogs onde o portador da enfermidade passa dias falando imberbidades.

O tratamento mais eficaz contra essa moléstia são os coquetéis de gardenal com porramicilina via supositórios a cada meia hora para manter o paciente em estado vegetativo sem agressividade. Caso o paciente não tome sua dose fica agressivo e passa a proferir ataques as mães alheias devido formação de gases na caixa craniana oca de diamentro acentuado.
Se você se deparar com um portador dessa moléstia contacte a carrocinha ou Ibama.

O Casamento de Octávio Henrique e Patrick Brito:

Octávio Henrique liga pra mãe dele e diz: Vou casar!
Jura, meu filho ?! Estou tão feliz ! Quem é a moça?

Não é moça. Vou casar com um moço. O nome dele é Patrick.
Você falou Patrick… Ou foi meu cérebro que sofreu um pequeno surto psicótico?
Eu falei Patrick. Por que, mãe? Tá acontecendo alguma coisa?
Nada, não… Só minha visão que está um pouco turva. E meu coração, que
talvez dê uma parada. No mais, tá tudo ótimo…
Se você tiver algum problema em relação a isto, melhor falar logo…
Problema ? Problema nenhum. Só pensei que algum dia ia ter uma nora… Ou
isso.
Você vai ter uma nora. Só que uma nora… Meio macho. Ou um genro meio
fêmea. Resumindo: uma nora quase macho, tendendo a um genro quase fêmea…
E quando eu vou conhecer o meu… â… minha… o Patrick Brito?

Alopradetes #2

Aloprado Alonso Talk Show – Cadeia

Dr Felipe e seus estudos científicos

Felipe Munhoz é um cientista mundialmente reconhecido pelas suas obras acadêmicas como a monografia “Como fazer exame de sêmen em lunáticos com disfunção erétil”, neste aclamado trabalho de conclusão de curso ele estudou por meses a vida de sexual e mental do famigerado Big John, do qual é fã. Além disso, Felipe é conhecido como autor da tese de doutorado “Como examinar fezes em laboratórios de Araçatuba sem confundir com fezes de boi” (obra prefaciada por Caril Amaral). Entretanto, o seu trabalho mais polêmico é a dissertação “Auto exame de urina para diabéticos” trabalho científico que condena e refuta a ingestão de chá Mate Leão por obesos propensos ao diabetes, pois isso interfere nos resultados do exame de urina.

Atualmente Dr Felipe faz pesquisas para retirar seu PhD num auto-estudo sobre a genética da obesidade onde elaborou uma tese que despertou curiosidade da comunidade científica internacional, devido ele alegar taxativamente que todos os gordos do Brasil são fruto duma relação sexual entre Jô Soares e Preta Gil.

Após anos sendo subsidiado pelo CNPQ e outras entidades de incentivo a pesquisa científica Dr.Felipe achou que os recursos empenhados para suas pesquisas no sense eram escassos e foi pedir uma graninha para Eike Batista e fundou a X-Man. No entanto, tudo isso foi por água abaixo, pois o Dr. Xavier do X-Man já era dono da patente.

Obcecado por ganhar dinheiro com a ciência Dr.Felipe resolveu fundar a Associação Internacional de Pesquisadores Inteligentes e Machos (AIPIM)  para lutar contra os pesquisadores frutinhas e juntar uns trocos para comprar tubos de ensaio para experimentar chopp no Pingüim de Ribeirão Preto sob pretexto de pesquisa científica.

Outro estudo significativo do Dr.Felipe é sobre a temática da ira nas redes sociais que fazem moderadores desejarem expulsarem membros que os provocam sem a menor cerimônia e o porquê eles não fazerem isso no final das contas. Essa questão profundamente científica atormenta Dr.Felipe, o qual até hoje não encontrou um fato concreto para embasar sua pesquisa visto que a pesquisa se refere a ele mesmo como moderador de comunidades de debates na qual ele não debate porque sempre alega estar fazendo teses para doutorado. Coisa estranha né?

O incrível Lucas: O mestre Jedi da bronha!

ESTE POST É IMORAL! 

Ei você aí na sua cadeira deve estar dizendo que esse post é uma afronta, uma pouca vergonha, ou uma baixaria. Quer saber? FODA-SE!!! Vai ver alguma coisa que preste na Wikipedia ou então vai assistir Telecurso 2000 6:30 da matina e não torre minha paciência!!!

Lucas Pierre o nerd de Araçatuba

(Dos arquivos dos dispositivos móveis dum traveco que recebia proposta para uma noitada a dois em Araçatuba-SP)

Eis o biquinho sexy daquele que não tem sensualidade e masculinidade nenhuma: Lucas Pierre também conhecido como Pipi estudante de jornalismo conhecido nos círculos do baixo meretrício traveco como galã da biqueira e jacú da lagoa grande ou Harry Potter da vareta mole. Alguns ainda chamam ele de Woody Allen teenager ou Zé Bunitinho sem rugas.

Por incrível que pareça, Lucas Pierre teve uma infância “normal”, com festas de aniversário com chapéuzinhos de cone, e passou da sua infância tomando surras de vara de marmelo de sua avó quando não queria comer brócolis. Na escola, para fugir dos valentões devido ter o porte físico semelhante duma vassoura, ele projetou um raio da morte, que teria em tese o poder equivalente ao de um fatality do Mortal Combat, mas que para sua frustração, mesmo com essa arma ele só conseguia deixar suas velhas calças jeans cagadas de medo.

Aos 11 anos, ele já era tão nerd que aceitaram que ele fosse para a faculdade de jornalismo, mesmo ele estando na 5ª série, para parar de encher o saco das pessoas normais. Na faculdade, os veteranos que pretendiam aplicar o tradicional trote no pequinês Lucas Pipi mudaram de ideia ao ouvir de longe o eco de suas explicações com uma voz de taquara rachada sobre como o intestino dele funcionava, e porque fumava Free desde dos 4 anos de idade e sobre seus hábitos hedonista de masturbação com revistinhas da Avon surrupiadas da avó, não só desistiram do trote, como passaram a evitá-lo em todo e qualquer lugar, com medo de que suas cabeças explodissem após ouvir uma de suas explicações sobre suas experiências nada convencionais.

Entretanto, Lucas Pierre traiu a Ordem dos Nerds, deixando de se tornar o futuro Obi Wuan Kenobi ou mestre Jedi da masturbação nerd,  pois aos 15 anos de idade perdeu a virgindade no zoológico quando estava bêbado ao manter conjunção carnal com uma jaguatirica sedada a qual confundiu com a garotinha ruiva do Charlie Brown do Snoppy usando baby dool de oncinha porque o “tubão” que bebia estava batizado mais do que gasolina em posto goiano.

Depois desse episódio ele se tornou apenas mais um mero idiota magricela e sem graça como qualquer outro na multidão que passa sua vida fumando, bebendo, digitando merda nas redes sociais e comendo miojo até conseguir um empreguinho que o possibilite deixar a casa da vovó e ter uma vida digna e quem sabe constituir família e proliferar mais sujeitinhos esquisitos como ele para a próxima geração humana tirar sarro.