TSE: o tribunal da “maioria sob medida”

A conduta deplorável e ensandecida de Gilmar Mendes e seus pares que votaram contra a cassação da chapa DiIma/Temer no julgamento do TSE demonstra e prova cabalmente duma vez por todas que os tribunais superiores são contaminados por corrupção da toga aliada a políticos escusos.
 
Apesar dos pesares, o julgamento é histórico, sendo o grande personagem dessa tragicomédia jurídico eleitoral o corregedor geral do TSE, Herman Benjamin, que construiu um voto articulado e pautado em provas obtidas nas delações da Lava Jato e precedentes do tribunal, porém processualmente ele deixou um vasto campo aberto para seus adversários avançarem na única tese juridicamente possível de ser aceita como refutação técnica válida para se contrapor aos votos vencidos.
 
A tese de restringir o mérito do julgamento aos elementos e pedidos na petição inicial é manjada e útil para advogados de defesa incumbidos de defender clientes encrencados em causas onde provas obtidas a posteriori os colocam numa saia justa processual.
 
Temer e Dilma entram para história como réus por terem sido eleitos com dinheiro de corrupção e a eleição de 2014 será sempre lembrada como a eleição mais fraudulenta e suja da história duma democracia bananeira. Gilmar Mendes e sua gangue de toga entram para o rol dos juízes comprados definitivamente.
montagem1
Anúncios

Sobre Aloprado Alonso

O cara mais aloprado da internet - barbudo, blogueiro, rockeiro, mulherengo e sempre tentando parar de fumar ...

Publicado em 9 de junho de 2017, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: