Arquivos do Blog

Conheça as verdades e os mitos sobre a combinação de cigarro e café pela manhã

Para muitas pessoas é um ritual cotidiano.

Elas afirmam que o cigarro e o café de manhã “têm sabor de glória”. No entanto, os efeitos de consumir cafeína e nicotina no início do dia, são muito diferentes do que se acredita.

Em algumas pessoas a dependência à cafeína é tão forte que, ao consumi-la, elas não obtêm um benefício real com a primeira xícara de café, mas voltam a seus níveis básicos de alerta, segundo um estudo da Universidade de Bristol (UB) no Reino Unido.

“Parte da excitação prazerosa causada pela cafeína, consumida no começo da manhã, poderia provir do leve aumento da ansiedade que provoca”, assinalou Peter Rogers, do departamento de psicologia experimental da UB.

Imagem
Quem fuma imediatamente ao se levantar mostra níveis mais altos de nicotina em relação aos que esperam até o café da manhã para acender um cigarro, correndo assim mais risco de câncer de pulmão, segundo um estudo da Universidade de Penn State (EUA).

“Não sei começar o dia sem tomar uma xícara de café. Ela ‘recarrega minhas pilhas’ de manhã e seu aroma já começa a meestimular. Me aviva e levanta o ânimo. É a primeira coisa que faço, e não poderia passar sem tomá-la”, diz Luis, um bancário de meia idade.

Ester, uma jovem profissional da publicidade que mantém um intenso ritmo de vida durante o dia todo, dorme com seu maço de cigarros na mesinha de cabeceira e acende um pouco depois de o despertador tocar. “O cigarro me inicia, o corpo pede. Preciso dele para começar a funcionar”, afirma.

Para muitas pessoas, fumar e tomar café de manhã são atos quase reflexos, que consideram estimulantes e necessários. No entanto, as pesquisas nem sempre aprovam os supostos efeitos destas substâncias.

Ao contrário do que se acredita, o primeiro café realmente não nos aviva tanto como percebemos. A dependência à cafeína é tão forte que seus consumidores não obtêm um benefício real com a primeira xícara de café, segundo um estudo britânico.

Ao pesquisar 379 adultos com um consumo nulo/leve ou médio/alto de cafeína e quem não a tomou durante 16 horas, os pesquisadores da Universidade de Bristol comprovaram que os “viciados em café” desenvolvem uma tolerância aos efeitos estimulantes da cafeína, por isso que a substância só os devolve a seus níveis básicos de alerta, mas não os eleva.

A primeira xícara

“Embora os consumidores frequentes se sintam despertados ao ingerir a cafeína de manhã, essa sensação na realidade consiste em uma inversão dos efeitos fatigantes da abstinência aguda”, segundo os psicólogos.

Então, o verdadeiro estímulo que os consumidores de café percebem, chegaria com a segunda xícara da manhã? Os pesquisadores ainda não o averiguaram, mas o que se sabe é que “parte da prazerosa excitação causada pela cafeína, poderia provir do leve aumento da ansiedade que provoca”, assinalou Peter Rogers, do departamento de psicologia experimental de Bristol e diretor da pesquisa.

De acordo com outro trabalho, o cigarro pela manhã é o mais nocivo de todos os fumados durante o dia. As pessoas que costumam fumar imediatamente ao se levantar mostram níveis mais altos de nicotina que quem espera até o café da manhã para acender um cigarro, de acordo com um estudo de cientistas da Universidade de Penn State, nos Estados Unidos, que mediram os níveis de um subproduto nicotínico que reflete o risco de desenvolver um câncer pulmonar.

Por outro lado, as pessoas que costumam esperar para fumar meia hora depois de levantar mostram níveis mais baixos desta substância química denominada cotinina, independentemente do número de cigarros fumados.

“Quem fuma ao se levantar, uma conduta classificada como de alta dependência, deve usar estratégias mais intensivas que outros fumantes para deixar o hábito de forma sustentada ou permanente”, assegurou o professor Joshua Muscat, que dirigiu o estudo.

Segundo os pesquisadores, o aumento do risco de câncer não se deve ao fato de consumir um cigarro na primeira meia hora do dia, mas sim porque este comportamento mostra que quem precisa fumar logo ao começar o dia apresenta uma forte dependência psicológica e física do tabaco e fuma mais cigarros.

 

Mas que se foda a Fuck Life é essa mesma e não vai mudar…

Anúncios

Poderão me chamar de maquiavélico?

Aqui vai mais um triste e vexatório exemplar da inatividade mental dessa juventude brasielira que diz cursar universidades e cursar filosofia.

O Boçal Energúmeno diz ao Grande Frade

Apesar de concordar com alguns pouco pontos do seu notório discurso, eu não posso e não devo me calar diante de alguém que defende os conceitos errôneos do finado alonso. Se o senhor tivesse prestado atenção nos posts do finado, veria que ele quando era discordado saia do salto e não falava nada além de xingamentos e ofenças, isso é debater em alto nível ?… 

2º- Falar o que alguém já falou ou escreveu é muito fácil, não costumo muito a citar autores , não pq não conheça, mas sim pq tenho minhas próprias idéias e conceitos.
Eu poderia citar a obra inteira de Ecce Homo pra vc, mas prefiro me ater as minhas próprias idéias. Eu tenho meu próprio ponto de vista e não me atenho mais que o necessário a grandes autores. Apesar de admirar vários…

3º- sem mais fique claro amigo, sem resentimentos, apenas estou a defender aquilo que acredito!

O Grande Frade diz:

Vou aqui assumir o legado do Alonso momentaneamente, e mostrar no que ele teria razão de acordo com a verdade dos fatos.

Quer dizer será um julgamento póstumo dele ou julgamento depois do banimento? O que estamos fazendo é fugindo dele, dizendo: Ok expulsamos ele, se livramos dele, mas as idéias dele perduram”. Porque as idéias dele perduram em debate apenas como o único argumento dos inimigos dele dizendo “ele só xinga e xinga e xinga, não debate” – sendo que ele demonstrou que debateu em outros tópicos como o Brayner mesmo acrescentou sem ofender em nada.

Por isso pergunto a todos pq ainda debatem sobre a obra do defunto? Ela se tornou maior que ele, e ele aqui se torna desde já lenda ou mito rs. E convenhamos era isso o que ele queria, sair de cena, ficar no posto de divindade dele e a partir de agora poder cantar vitória no estilo dele. Alguém mais conseguiu isso aqui com tanto êxito?

Nesse ponto ele soube manipular não a opinião de uma certa parcela do público dele, mas soube manipular o sentimento dos opositores dele. E isso na vida real ocorre sempre, é só analisar. Por isso há uma valia nessa situação cômica toda, pois dela se tira um lição prática.

Com isso, qdo vc escreve “ofenças” ele já cai matando, em cima dos seu menor deslize, e diz que será incapaz de contra arrazoar ele, concorda? E isso era na verdade a argumentação dele, usar o xingamento e deboche para desestabilizar quem ele achava pela frente e se encaixava no perfil de “jovem imbecil” que ele já tinha descrito anteriormente. Assim o Alonso foi paulatinamente um a um criando sofismas e pouco a pouco sempre aparecia mais um querendo ou irritá-lo ou tirar a razão dele, e ele sabia que era essa intenção de cada um que respondesse a qualquer colocação escabrosa dele.

A Paz disse que ele estava usando a A Arte de Insultar, e estava mesmo, o argumento dele era nesse ponto o mesmo do Olavo de Carvalho, o de xingar quem não tem vocação intelectual e fazê-los correr com medo ou jogar pedras nele com raiva.

Quando ele cita o Ecce Homo, ele não tá nem aí se vc leu ou não leu o livro, nem ele talvez tenha lido, só que se alguém ali postasse algo sobre o livro (o que ninguém fez) ele seria obrigado a debater com base no livro que citou. Ninguém conseguiu acorrentar ele na própria brecha que ele dava, e o que isso ocasionava era ele trancafiar quem quer que seja no reducionismo voraz dele a base de xingamentos até que foi expulso.

Tá correto que ele extrapola e não segue regras da comunidade, e que o que todos que foram “vitimas” dele queria foi realizado. Agora ele está lá decapitando vcs e me enaltecendo por defender ele e saibam, quando deixarem de falarem dele ele vai dizer que foram vcs os vencidos e mortos por ele nesse campo de batalha.

Como ele é debochado vai exibir a cabeça de cada um como prêmio fazendo chacota.

Bom é isso, mas sem ressentimentos, isso aqui é até bom para elaborarem as suas capacidades de estudo e pesquisa, pois por de trás dessa comédia tem conceitos de retórica, argumentação, filosofia e formação de opinião.:

A tréplica do Boçal:
não vou mais me ater a esse campo da falacias, já que a pessoa em questão mesmo tendo a sua admiração , não existe mais entre nós. E outra não tive medo em nenhum momento do finado, apenas quando o rebatí e ele veio com xingamentos ví que não valia a pena.
Quanto a o seu ponto de vista aconselho que se atenha mais as suas próprias idéias, e cite menos o que os outros já falaram.
boa tarde!
ah, não se preoculpe eu não vou mais rebater este tópico, pois não tem mais sentido!
Dos comentários de Aloprado Alonso sobre o diálogo do Boçal Energúmeno com o Grande Frade discípulo honoris causae.
É preciso antes de mais nada louvar a clareza em decifrar a minha retórica e honestidade intelectual do Frade, e após isso dar aos leitores o conceito de analfabeto funcional para compreenderem o baixo nível intelectual do Boçal Energúmeno.
Analfabeto funcional é a denominação dada à pessoa que, mesmo com a capacidade de decodificar minimamente as letras, geralmente frases,sentenças, e textos curtos e os números, não desenvolve a habilidade de interpretação de textos e de fazer as operações matemáticas. Também é definido como analfabeto funcional o individuo maior de quinze anos e que possui escolaridade inferior a quatro anos, embora essa definição não seja muito precisa, já que existem analfabetos funcionais com nível superior de escolaridade.

Existem três níveis distintos de alfabetização funcional, a saber:

  • Nível 1, também conhecido como alfabetização rudimentar, concebe aqueles que apenas conseguem ler e compreender títulos de textos e frases curtas; e apesar de saber contar, têm dificuldades com a compreensão de números grandes e em fazer as operações aritméticas básicas.
  • Nível 2, também conhecido como alfabetização básica, concebe aqueles que conseguem ler textos curtos, mas só conseguem extrair informações esparsas no texto e não conseguem tirar uma conclusão a respeito do mesmo; e também conseguem entender números grandes, conseguem realizar as operações aritméticas básicas, entretanto sentem dificuldades quando é exigida uma maior quantidade de cálculos, ou em operações matemáticas mais complexas.
  • Nível 3, também conhecido como alfabetização plena, concebe aqueles que detêm pleno domínio da leitura, escrita, dos números e das operações matemáticas (das mais básicas às mais complexas).

Agora caros leitores, notem a qualidade e quantidade de idéias que fatos que o texto do Frade faz e concatena e agrupa de forma sintética em face ao pífio texto desse Boçal selvagem que se limita a uma frase rudimentar e limítrofe escrita com erros ortográficos recorrentes.

Diante disso meus estimados leitores tem a exata noção de um jovem sem o menor grau de escolaridade básica, e que mesmo assim pasmem, diz ele cursar filosofia numa universidade amazonense. Ora essa, que universidade é essa que aceita em seus bancos um discente nesse teor pífio e cavernal??? Sim, senhores há essas faculdades que dizem formar pensadores, mas na verdade aceitam em seus bancos deformados impensantes. Creio eu, modestamente, que seja fruto de alguma cota universitária aos portadores de limitrofia mental essa vaga concedida ao Boçal. Caso contrário, O boçal Enrgúmeno ocupa lugar de algum silvicula muito mais racionalizado que ele, e isso atesta o precariedade das universidades nos rincões desse país.

Após isso temos um outro malfadado e reticente moderador covarde a insurgir-se em face ao nobre Frei

Relato amendrontado de um Moderador Covarde:

“Eu disse que ficaria apenas como um espectador passivo, mas depois do que você acabou de colocar eu sinto que posso contribuir com algo mais na discursão.
Não economizarei nos caracteres, mas tenham paciência e leiam até o final. Por favor.

Nos primeiros 4 dias da curta estadia do Alonso aqui, fui o primeiro a bater de frente com ele. Mas ao quarto dia, percebi que Alonso fazia por onde provocar raiva em mim. Ao me dar conta, parei de falar com ele imediatamente. Daí ele começou a importunar outros jovens e ao ver isso, eu fiz um apelo a esses jovens que não respondessem aos chingamentos de Alonso, já que esta era a intenção dele.

Foi um apelo inútil. Comu tú mesmo, frei léo, o disseste, Alonso manipulou a todos. E eu nada pude fazer. A expulsão não teve haver com manipulação ou não. Teve haver com uma sucessão de infrações ao regulamento da comunidade. Alonso teve o que queria? Sim! Ele foi mais esperto que a maioria? Sim! Ele é isso tudo que você falou? É.

E porque eu não consigo admirá-lo? Porque alguém que usa o intelecto para destruir e não construir, não merece admiração. Se ele acha que a juventude precisa crescer mais intelectualmente (e isso eu também acho) ajude-a a crescer em vez de espor as fraquesas de uma geração que ainda está começando a sua jornada intelectual!”

 

A réplica extra orkuteana do Grande Mestre Alonso

Passivo é um termo que se encaixa bem com esse moderador medroso, pois sem sombas de dúvidas ele é um passivo a vontade de muitos machos que fazem e desfazem dele o que querem, aliás foi a mando dos machos dele que este diminuto mental me expulsou.

Veja que ele implora pedindo por favor para que o leiam, que o escutem, pois ninguém dá a menor pelota para o que diz e pensa, nem mesmo os amigos dele daquela sinistra comunidade. Em face disso, tenho pena dele, e pegarei leve com esse vermezinho o a qual apelidei de papinha de chuchu intelectoíde.

Vejam só como os jovens hoje em dia, são motivados por raiva, são rebeldes sem causa, este papinha mesmo confessa que produzi raiva nele, assim sou obrigado a rir-me da cara dele Hahahahahahaha-ha!!! Esse papinha é tão sensível, revela uma bichisse melancólica de grau máximo de quem não deu a toba na noite que passou, como já tratei disso na Psicanálise dos deprês.

Bateu de frente comigo? Hahahahahaha-ha!!! Esse ai só bate de costas com qualquer macho, e notem que o número 4 tem fundamento nisso, pois é a posição que ele é mazocado pelos machos dele, assim ele usa isso sublinarmente devido seu subconsciente ter avivado essa memória durante a escrita do texto.

No restante das colocações dele ele foi mais light, mas confesso destruí mesmo com todos dessa comunidade já de caso pensado, pois são uma corja de jovens imaturos e sem condições de formular idéias e expressá-las de acordo com a realidade que vivem. Até mesmo o réles papinha de chuchu confessa que essa sua geração é uma merreca intelectual que vai afundar ainda mais esse país no desastre cultural e social.

Como tive uma educação espartana e de alto grau de exigências tanto qualitativas como quantitativas, desde cedo aprendi que essas lacunas, que ele chama de fraqueza, devem ser corrigidas e sanadas na formação intelectual do cidadão para que ele prospere e ajude seu meio social a progredir.

Sendo assim, esse moderador medroso foi o mais manipulado de todos,  pois ele revela uma hora estar gamado em mim no tocante a idéias, e na outra se sente encurralado pela força da minha estratégia e argumentos. Com isso, desmascarei e vaporizei a opinião deste rol e aniquilei essa raça que jaz nas trevas do inculturismo.

Diante de todos esses fato poderão me chamar de maquiavélico? Sim podem e devem!

Consequencias do sexo

29geutj

from: http://www.cantinhodointernauta.com.br

Fui citado no:Como Estou.com

O site comoestou.com me publicou no tópico Excitados por uma declaração minha dada no Twitter

É isso aí brodi!

Ledo engano

Cometer gafes é algo não raro na vida de muitos, e as vezes é mais cômico que constrangedor. Quer dizer, engraçado depois, na hora é ridículo.

Certa vez, eu e minha prima estávamos num supermercado, quando de repente vejo um pessoal da divulgação de produtos distribuindo pacotinhos coloridos para às pessoas. Mãs, ao passar por eles, a mocinha esticou a mão com os pacotinhos coloridos e minha prima passou direto. Daí disse à ela: 
-Ué, não vai pegar não?? É de graça! Volta lá e pega, pow!
-Eu não, q vergonha, volta vc, ora.
Aí, peguei ela pelo braço e voltei, e ao parar em frente da moça da divulgação ela perguntou “quer?”. “Dá um monte, se puder dar”, disse eu. Ela deu vários pacotinhos coloridos e os peguei feliz, já pensando em degustar as guloseimas no caminho de volta pra casa. Mas aí, vem a revelação…
– Que vergonha, pra que tu pegou isso???
– Pra comer, ora! vai dizer que tu num gosta desses chocolatinhos?
– Que chocolatinhos o quê!! Isso aí é modes, ô lesado!!

Promotinha Boneca

Semana passada, indo visitar uma cadeia local, junto do meu estimado colega promotor, o mesmo foi interpelado por um monte de detidos:

– Dr, o sr. não vai falar “com nois“?
– Não! Vocês são um bando de canalhas!

Ao que surge uma voz ao fundo:

– Ui, a boneca tá nervosa!

A cara dele de puto, com os olhinhos procurando o autor da frase, foi o melhor de tudo nesse dia!

É isso aí brodi…

Barbudo no controle remoto

Quando a gente pensa que a TV chegou ao fundo do poço, eles vão lá e cavam mais. Mas, engano meu. Quando não podem cavar mais, fazem é outro poço!
Trocando de canal caí num desses programas sobre animais. Dou de cara com uma matéria sobre gambás. Closes no bicho, comentários sobre o fedor que o infeliz tem e tatata. Aí entrou a explicação: o bicho fede como forma de se proteger. Disse o locutor que “3 glândulas localizadas no ânus do animal expelem um líquido que, devido ao forte odor, afugenta os predadores
Antes que eu pudesse terminar o pensamento de “ah, não vão mostrar isso…”, um mega-super close no furico do gambá começou a mostrar, em câmera lenta, o tal processo! Ou seja, você liga a TV e dá de cara com a toba  de um gambá preenchendo toda a tela da sua tv! (imagina se for uma dessas de 30 e tantas polegadas plasmáticas) E, em câmera lenta, uns troços disformes se espremendo e soltando uma nuvenzinha bizarra com um líquido nojento.
Nem ouso a perguntar “onde isso vai parar”, porque é capaz de mostrarem, sei lá, o caminho que o cocô faz até ver a luz. Que nhaca!!!

Estou aqui porque MAMÃE ME PARIU!!!

Há quase exatos 29 anos atrás, numa tosca cidade do interior, Alonso´s Mother, pariu um baby cabeludo e muito fofo…

Criado no meio de irmãos imbecilizados pela TV e sociedade local, se destacou no meio familiar por sua postura original e exibicionista – fato que irritava os manos velhos. Logo se destacou como um bad boy nos colégios conservadores e caretas que estudava, sendo expulso de algum deles, fato que não impediu de grangear um legião de pequenos pirralhos seguidores, demonstrando assim uma habilidade in natura de manipular e encantar as pessoas a sua volta…  

Na adolescencia cursou teatro, e depois prestou vestibular para o curso Direito, sob influência do grande Raulzito, com intuito de fundar uma Alternative Society. Ao decorrer dos anos de universidade, fumou maconha, tocou em banda de rock de garagem, biscateou muito, e trabalhou como padeiro na padaria do Olivier Anquier, fatores que contribuiram pra sua formação extra-acadêmica.

Já formado passou em um concurso público, e hoje está inserido no meio social com um salário gordo, e um bando de puxa sacos e admiradoras ao seu redor devido sua personalité marcante…