Manifestantes empadinhas e mortadelas – Quem são eles?

Muitos aqui na internet e redes sociais não eram nascidos nessa época, já eu era pirralho nessa época e me recordo desses fatos com bastante clareza. Ontem completou-se mais de trinta anos do movimento Diretas-Já e da posse do primeiro presidente pós ditadura. Hoje a imaginação fértil dos nossos coleguinhas da esquerda caviar disseram que ontem a manifestação foi da “Direita-Já”.

Os empadinhas, essa classe hi-society da esquerda composta na sua maioria por universitários de faculdades privadas só conhecem a história através de livros de história do MEC e através de professores mancomunados com a falida ideologia socialista e filiados ao PT em boa parte dos casos parece ter aderido ao soluço dos petistas de idade mais avançada que choramingam que tudo é golpismo. Eles estão no direito deles de se expressar. Antes que eles nos taxem de reacionários, recordo que, reacionários são aqueles que defendem o status quo. Assim sendo, quem seriam os verdadeiros reacionários agora? Fica a pergunta no ar!

Na sua profunda ligeireza de pensamento e caráter abastado por moral altamente progressista os empadinhas – em sua grande maioria jovens com idade até 25 anos – viram ontem os brasileiros voltar às ruas; e retornaram atendendo ao chamado não dos partidos, mas de instrumentos criados pela tecnologia, as redes sociais, as quais os empadinhas vivem brigando com seus coleguinhas coxinhas. Daí nessa briga digna de lanchonete foram às ruas os coxinhas de verde amarelo, e daí os taxaram de possuírem um sentimento excessivamente nacionalista perigoso a globalização do mundo atual. É houve quem dissesse isso nas redes sociais sim senhoras e senhores! Pasmem!

ForaPT-10

Ontem não foram os brasileiros lutar pela democracia já conquistada, foram lutar pela manutenção da democracia em diversos sentidos e pontos. O povo saiu às ruas exorcizar demônios tais como a roubalheira de partidos, a mentira e a arrogância do presente governo que, por inépcia e omissão, não os representa. Não importa se milhares ou milhões foram às ruas ontem, o que conta é que o governo agoniza literalmente em praça pública e tudo isso repercute nas redes sociais para que todos testemunhem os fatos e opiniões ligados a isto.

O povo que foi protestar nesse último domingo deu um porre de democracia no governo e nos seus defensores entrincheirados na demagogia e populismo partidário movido por caudilhos. Hoje o governo de ressaca não sabia se ficava de pé ou continuava a falar improbidades e prevaricações discursivas já repetidas à exaustão. Deu no que deu: Dilma enviou duplas de ministros para mandar dizer que ela não sacou nadinha. Dizem que a Dilma é coração valente, que enfrentou a ditadura, que isso e aquilo, que é uma heroína do povo, mas oras cadê essa coragem na hora de responder ao povo então? Onde foi parar tamanha coragem dessa estadista com 7% de aprovação popular?  Diz aí empadinha defensor da Dilma que cursa doutorado em direito penal defendendo teses da Maria do Rosário… O povo quer saber!

Coincidência ou não, quem respondeu minimamente à manifestação de ontem não foi o Palácio do Planalto e seus funcionários de alto escalão, foi a Polícia Federal, ao deflagrar a 10ª fase da Operação Lava-Jato – denominada “Que país é esse” frase dita pelo ex-diretor da Petrobras Renato Duque quando preso pela 1ª vez.

Não é coincidência desta vez que Duque, ex-diretor de engenharia da Petrobrás, tido como o elo do Partido dos Trabalhadores com o esquema bilionário de desvios na estatal voltasse a ser preso esta manhã. Segundo a PF, ele foi flagrado tentando ocultar patrimônio não declarado ocultado na Suíça. O alvo dessa fase, segundo o site do “Estadão”, é o doleiro Adir Assad, considerado um dos maiores do ramo no Brasil que é investigado em outras operações da PF. A Lava-Jato inicia hoje uma nova rodada de prisões temporárias, preventivas e mandados de busca e apreensão. Muita coisa de podre ainda vai surgir, queira ou não o Palácio do Planalto. É o que os brasileiros esperam. Já os empadinhas nessas horas ficam engrossando o coral: É golpe da elite branca! É golpe dos americanos! É golpe dos limpadores de privada de Miami!

Diante disso, torna-se ainda mais patética as duas entrevistas dos ministros José Eduardo Cardoso (Justiça) e Miguel Rossetto (Secretaria-Geral da Presidência da República) e outra nesta segunda com Eduardo Braga (Ministro de Minas e Energia). Ontem a dupla Rosseto e Eduardo Cardoso só piorou o clima anti-governista.  Hoje a dupla Dudu Choroso & Duzão Praga como está sendo batizada a nova dupla de porta-vozes da tentativa de golpe velado sob o argumento de reforma política levou tomate novamente nas redes-sociais com a hastag #CalaBocaMinistro. Os empadinhas usam outra tag: #EuNãoSouMortadelaViu!

Nas duas ocasiões além de não responderem aos que lhes era perguntado pelos jornalistas, repetiam as mesmas falácias de sempre: reforma política, medidas anticorrupção, crise econômica no exterior e blábláblá… Ora, não foi pra ouvir isso que os brasileiros deixaram suas casas num agradável domingo e foram para as ruas bradar novamente “contra tudo que está aí”. Durante todo tempo que durou as duas entrevistas, ambos os ministros pareciam ter acabado de chegar de outro planeta. Na primeira Rossetto ainda conseguiu ser pior do que seu colega da Justiça, e olha que isso demanda um esforço considerável. Perto de Miguel Rosseto, Cardosão pareceu até um bom rapaz bem intencionado. Resultado: panelada neles! Merecida.

Já hoje, lá estavam Eduardo Braga com uma cara de tacho por ser do PMDB tendo que defender o governo que é do PT até onde ainda se sabe oficialmente. Pois rolam boatos que a Dilma não manda nem mais na cozinha do Palácio da Alvorada e que anda batendo boca com todo mundo e está ficando isolada cada dia mais. Pois bem, lá estavam Bragão e Cardosão, em mais uma rodada de conversa fiada, como dois falastrões treinados na arte de fazer a mentira parecer um discurso político coerente e crível. Muitos ainda acham que eles se saíram bem, mas convenhamos, Eduardo Cardoso até que mandou bem mesmo ao endossar tudo que Eduardo Braga disse de lorota, pois já não tinha mais script para inventar mais respostas falsas e cretinas aos jornalistas.

Com duplas de ministros dessa eficiência para lhe servir de porta voz Dilma 7% Rousseff não tem do que reclamar. Em 2011, quando demitiu uma leva de ministros envolvidos em corrupção, que teve início com o afastamento do ministro Alfredo Nascimento, dos Transportes, a presidente teve uma chance de ouro e jogou fora. Firme, Dilma empunhou a vassoura da faxina, e obteve o apoio da sociedade. Menos de Lula e Cia., provavelmente porque o líder petista temesse o fortalecimento de Dilma aos olhos da opinião pública, e ele, já manchado pelo Mensalão, começasse a desidratar aos olhos do povo. Dilma caiu no canto da sereia de Lula e voltou atrás. Foi seu maior erro. Ali ela poderia ter traçado a linha que separaria seu governo do antecessor. Não há como a presidente sustentar que nada sabia. O pecado político de Dilma foi a omissão. Que virou cumplicidade e agora deve pagar por isso.

Vamos aguardar cenas dos próximos capítulos de: A Usurpadora da República… Os coxinhas e empadinhas curtem essa novela, tanto quanto os mortadelas que protestam à preço de banana, sim a inflação já já deixa a banana em R$35,00, mas isso deve ser golpe também né?

Então enquanto tudo isso rola e desenrola vamos trabalhar pois o seguro desemprego já era e o imposto de renda aumentou e não tem ainda o programa mortadela para todos ou tem?

1343174326manifestacao_contra_oscarzinho_24.07_gal2

“empadinhas e mortadelas são farinha do mesmo saco”

Anúncios

Sobre Aloprado Alonso

O cara mais aloprado da internet - barbudo, blogueiro, rockeiro, mulherengo e sempre tentando parar de fumar ...

Publicado em 16 de março de 2015, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Quanto mais do mesmo… sempre os mesmos pontos de vista reducionistas com a intenção de desenhar uma linha entre pessoas que deveriam simplesmente lutar por um bem comum, é bem patético essa sua generalização, que é a mesma em todo luga,e é super equivocada, a classe C e D se é que isso existe, é em sua grande maioria eleitora da Dilma. O conservadorismo é a primeira escolha de covardes inseguros, ameaçados pela realidade que é a do oprimido pela primeira vez tendo lugar representativo na sociedade brasileira. Compartilhe vc ou não, é preciso dignidade para lutar pelo direito do outro.

  2. ALOPRADO,MUITO BOM E BEM ARTICULADO O SEU TEXTO. SÓ ESQUECEU DE CONCEITUAR QUEM SÃO OS MORTADELAS. OUTRA,VOCÊ FEZ UMA SALADA CONFUSA ENTRE EMPADINHA E MORTADELA … TRAZENDO A QUESTÃO PARA A OBJETIVIDADE,CONSIDERANDO-SE O CONTEXTO POLÍTICO DO PAÍS HOJE,EMPADINHA SERIA AQUELE CARA TOTALMENTE ALIENADO POLITICAMENTE E O MORTADELA,O TÍPICO VÂNDALO IMBECIL “INTENCIONADO” A QUEBRAR E DESTRUIR TUDO QUE VÊ PELA FRENTE.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: