Cuide da sua própria vida!

A nossa vida não é uma história contada por um idiota, cheia de enganos e desenganos, e desprovida de significado. É o facebook que é assim e transforma a vida de milhares de perfis num amontoado de fatos sem conexão com a verdade e realidade na maioria dos casos. A questão que fica é que vida das pessoas contadas no facebook são as mesmas que elas tem no mundo extra facebook? Ou será tudo um conto de fadas verídico digno de novela global?

A primeira reação previsível e normal que uma pessoa tem sobre si mesma e sobre a vida que ela possui é que uma vida normal e medíocre como tantas outras, mas basta que ela veja alguém – seja na rede-social ou na vida real – se dando bem, com o pacote completo da felicidade que ela se sente tocada pela inveja ou algum sentimento depressivo. Parece-me natural que pessoas sintam auto piedade de si mesmas como se fossem as vítimas de um mundo desigual e pavorosamente desonesto e não façam nada para evitar isso. Chega um ponto que reclamar da vida se torna clichê e comparar a sua vida com a vida alheia se torna uma espécie de patologia. Até eu, que tenho uma vida extremamente agradável se não posso evitar essas reclamações clichês, mas nunca fiquei comparando a minha vidinha cheia de tantas coisas comuns a todos com a vida dos mais ou menos afortunados. Isso é pura autocomiseração doentia ao meu entender.

Confesso que nunca dei a mínima para quem se sente depressivo ou inveja ou até julga a vida alheia, porém de uns tempos para cá devido uma série de intrigas dentro e fora das redes-sociais envolvendo alguns amigos fiquei refletindo sobre o que realmente leva as pessoas a isso e não cheguei a conclusão alguma até agora. Ou cheguei a conclusões aproximadas duma possível verdade…

Ainda assim, digo – e repito: A nossa vida não é uma história contada por um idiota, cheia de enganos e desenganos, e desprovida de significado… Não precisa ser uma sumidade da psicanálise para provar isso ou contrário disso ou qualquer espécie de especialista para opinar sobre isso com alguma autoridade. De igual modo, como quase ninguém segue mesmo o palpite ou conselho alheio sobre a vida alheia, ninguém deveria se sentir oprimido ou intrigado com a vida do seu próximo em comparação a sua própria vida ou de outrem.

Alguns auto-investidos do dom da verdade sobre tudo e todos reclamam proprietários da verdade sobre a vida alheia e sobre o legado de suas ações inconseqüentes na vida de tantos outros como se aquilo fosse a única versão da realidade e verdade devido seus poderes auto-instituídos não o deixarem mentir sobre aquilo que de fato não conhecem, mas julgam saber.

A grande verdade é que raras são as pessoas que nutrem uma real solidariedade à condição na qual o outro se encontra. Sendo assim cuide da sua própria vida sem deixar que os outros cuidem dela no seu lugar!

Anúncios

Sobre Aloprado Alonso

O cara mais aloprado da internet - barbudo, blogueiro, rockeiro, mulherengo e sempre tentando parar de fumar ...

Publicado em 26 de janeiro de 2015, em Comportamento e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: