O plano de assassinato do Real

Eu fico de cara quando um micro, pequeno ou médio empresário soterrado por um mercado cada vez mais enforcado em taxas, sobretaxas e impostos diz que quer que a Dilma continue no poder. O sujeito desse naipe deve ter fetiche por trabalhar muito e lucrar pouco e não compreende nada de como a economia nacional está naufragando indo para bancarrota e ainda assim quer sustentar o Estado ladrão com 60 mil súditos irracionais que são burocratas em postos chave.

A impossibilidade de crescimento nesses últimos quatros anos do governo Dilma com base em números e dados reais e sérios já é uma boa amostra de como a sua gestão foi irracional e irresponsável na gestão econômica. Os dados isolados e concatenados do custo Brasil revelam um país com uma economia que favorece grandes empresas em face de pequenas empresas e isso na cabeça do empresariado dilmeiro é algo totalmente aceitável se ainda por cima mantiverem o BNDES como imã para empréstimos subsidiados pelo contribuinte para os grandes grupos empresariais.

Que país cresce ofertando juros baixos subsidiados por contribuintes numa contabilidade criativa para quem tem grana e lastro de manobra e poderia em tese recorrer aos bancos privados? A dominação desses grupos tende a aumentar e a geração de empregos nesse caso tende a recuar nos próximos anos e o investimento privado dos pequenos e médios empresários desaparecer, isto é, ninguém quer investir numa economia que certamente terá nota rebaixada e sofrerá um colapso interno de aumento de preços e redução do poder aquisitivo dos salários e renda.

Como o brasileiro tem uma educação financeira pífia e vive dentro dum círculo refém duma metodologia de poupança e empréstimos atrasada o seu dinheiro guardado não rende dentro dos bancos e isso é natural e faz crer que uma hora outra haverá um esgotamento cíclico desse sistema e isso irá obrigar mais uma vez o governo intervir de forma radical na economia. Isso se a Dilma continuar, e seja quem for o Ministro da Fazenda e Planejamento a tendência é dar pedaladas para manter o status quo e em conseqüência disso o afastamento gradual e ligeiro de recursos de investimentos de capital estrangeiro no país. Quem irá pagar as contas mais uma vez será o contribuinte com cargas mais pesadas e mais extensivas que virão nas taxas e outros subprodutos do mercado financeiro.

Essa economia fascista em suma transforma empresários de médio e pequeno porte e seus empregados em escravos dum sistema que vai quebrar e quando quebrar certamente haverá choro e ranger de dentes e daí meus caros eleitores da Dilma adeus de vez as suas propriedades, pois elas certamente serão alvo de penhoras em processos fiscais dos mais incomuns através de legislações de gaveta ora prontas para sugar o seu suado dinheirinho e bens.

Essa venezuelização do mercado interno e depreciação do poder aquisitivo dos salários e rendas irá transformar todos em possíveis falidos ou insolventes de suas contas mais simples e em seguida devedores do governo numa escala tão insana que confisco da poupança e FGTS fará jus de se tornar uma medida do governo. Querem pagar pra ver? Votem na Dilma. Querem uma recuperação lenta e gradual em face disso, analisem os dados reais não manobrados acerca do nosso crescimento interno, balanças comerciais e em qual classe social cada setor da sociedade está realmente inserido e verão que ficamos mais pobres e em breve ficaremos inadimplentes em diversos níveis e setores.

Com a moeda desvalorizada não ache que vai ser fácil recuperar isso caso se dona Dilma se mantiver no poder. Nesse caso a credibilidade dela é nula, isto é, zero, e possibilita um atravancamento ainda maior da economia doméstica e empresarial numa lapso de tempo de curto prazo. Trocando em miúdos é uma tentativa letal de assassinato do plano real com um cambio desregulado por fatores que tendem a se tornarem incontroláveis que vão fazer a inflação ficar fora do laço de qualquer nova metodologia de estabilização monetária. Daí meus amigos e inimigos: Bem vindos aos tempos do Sarney novamente! Estoquem papel higiênico e farinha e plantem umas árvores, pois vão precisar de lenha para fazer pão caseiro…   Papo no cafézinho será só para os jornalistas da Globonews e parlamentares até porque o povo vai estar sem uma palavra para dizer qualquer coisa…

Anúncios

Sobre Aloprado Alonso

O cara mais aloprado da internet - barbudo, blogueiro, rockeiro, mulherengo e sempre tentando parar de fumar ...

Publicado em 18 de outubro de 2014, em Economia e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: