Cenário eleitoral para o segundo turno desfavorece o PT

Como diria aquele velho redator japonês: Meus amigos e meus inimigos: A rejeição à presidente Dilma no Estado de São Paulo, Paraná e Santa Catarina dentre outros estados da federação é tão alta que está na casa dos 47% dos eleitores. Este percentual atinge a casa dos 52% de eleitores que não votariam em hipótese alguma em candidatos do PT. Em virtude dessa nova realidade – e devido ao possível apoio do PSB e Marina Silva para Aécio Neves – isso está obrigando os marketeiros e MAVs PT partiram para ataques ainda mais agressivos nesse segundo turno.

Ao que tudo indica se Aécio vencer com base nesse índice de rejeição da população ao atual governo petista isso fará Dilma & Cia sair pelas portas dos fundos do Palácio do Planalto depois de passar a faixa para o tucano.

Até como o ex-senador Eduardo Suplicy, que também é fundador do Partido dos Trabalhadores, tentou ESCONDER o nome do PT na sua campanha ao Senado. Fez isso sem sucesso, pois em São Paulo como forte reduto tucano elegeu José Serra para o Senado deixando Suplicy a ver navios dentro e fora do partido. Isso fez Suplicy pensar em voltar dar aulas de economia em algum lugar com seu velho discurso “emocionante” sobre redistribuição de renda.

Suplicy almejava vencer sua campanha para um quarto mandato de senador — visto que estava no Senado há 24 anos, e querendo mais oito anos de mandato – Para isso ele fez questão de estrebuchar em sua campanha em SP: “NÃO DIZ QUE É DO PT e nem MOSTRA SÍMBOLOS DO PT nos seus vídeos de campanha’.

A campanha de Suplicy limitou-se a mencionar o quanto ele é “honesto” e repete uma, duas, cem vezes que Suplicy “é do bem”:

Após a derrota Eduardo Suplicy parece ter ficado chocado com tratamento de seus correligionários como aponta essa matéria: “No sofá da sala –cercado de livros e fotografias da família– o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) ouve, calado, o desabafo do caçula, o músico João Suplicy.

“De dinheiro? A campanha não teve nada. O PT não deu um puto”, reclama João, ao ser questionado sobre o tratamento reservado ao pai pelo seu partido, o PT.

“E agora ele poderia ficar mais com netos, mas vai trabalhar para Dilma”, reage João, encerrando sua queixa com uma careta.

Derrotado após 24 anos de mandato, Suplicy esperava ainda ontem por um telefonema da presidente Dilma Rousseff e seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva.

Enquanto conversava com a reportagem, quem ligou foi seu irmão, Paulo.

“Foi triste”, reconheceu ao telefone o senador”.

Derrotado e abandonado pelos companheiros, Suplicy sequer recebeu um telefonema de Lula ou Dilma. Parece que o que deu certo em Minas Gerais deu errado em tantos outros estados da federação nessa campanha, pois em São Paulo e Paraná os candidatos petistas Padilha e Gleisi Hoffmann em momento algum caíram nas graças do eleitorado e ficaram apenas como espectadores das campanhas do PMDB e PSDB.

Em Santa Catarina nas quatro principais cidades catarinenses o PT tombou diante de seus adversários e foi incapaz de levar o seu candidato ao governo do estado ao tão sonhado segundo turno. Tanto em Santa Catarina quanto em São Paulo, Paraná e Rio de janeiro candidatos petistas ficaram com índices baixos de intenção de votos tendo em vista toda propaganda massiva das campanhas do PT nos últimos anos se escorando nos supostos avanços da era Lula.

Em outros estados o PT também perdeu espaço dentre o eleitorado, mas ganhou em Minas Gerais log no primeiro turno, enquanto que no Rio Grande do Sul, Tarso Genro busca apoio em face de Ivo Sartori do PMDB no segundo turno.

O reflexo desse cenário nas eleições presidenciais parece apontar nitidamente para votos que não irão aderir aos planos petistas. Se uma parcela expressiva do eleitorado de Marina Silva em nível nacional votar em Aécio Neves e o percentual de votos nulos e brancos também for revertido com uma margem expressiva em favor do candidato tucano as eleições para presidente parecem apontar diretamente para que Aécio seja eleito com certa folga findando assim doze anos de governo do PT no Executivo Federal.

Anúncios

Sobre Aloprado Alonso

O cara mais aloprado da internet - barbudo, blogueiro, rockeiro, mulherengo e sempre tentando parar de fumar ...

Publicado em 9 de outubro de 2014, em Política e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: