Aos gnus, macacos e galinhas e jumentos da Duelos Retóricos

 

Uma das representações mais explícitas da falta de bom senso e incapacidade intelectual está no ato de desfazer daquilo que se desconhece tentando agir como se de fato conhecesse. Poderia dizer que trata-se duma mentira dolosa dada certas circunstâncias, ou dum álibi para a própria ignorância e incapacidade de compreensão de determinadas coisas.

Muitas pessoas acham que são capazes de reunir numa avaliação sobre idéias alheias os domínios da ciência e da ação. E antes que algum afoito mental se interrogue sobre qual tipo de ciência e ação me refiro, creio que seja melhor deixar uma enfadonha explicação sobre esses termos de lado, visto que para ler e compreender esse texto, como tantos outros que escrevo em debates será necessário ter conhecimento prévio de algum autor específico o qual não irei citar o nome – ao menos agora – visto que seja do conhecimento de todos a obra de onde retiro tal teoria. Se forem cultos o suficiente não irão recorrer ao Google, pois isso seria a prova cabal de que há um abismo entre o meu amplo conhecimento e o pouco saber dos meus avaliadores de plantão… Pobres boçais…

Pelo visto estou rodeado de pessoas que detém um suposto elevado grau de conhecimento e se julgam capazes de avaliar idéias de forma aprofundada, mas “in concretu” mal sabem distinguir um conceito duma idéia. Discorrer para esse bando de boçais energúmenos sobre como o conhecimento se constrói na mente humana ainda mais para supostos letrados em qualquer coisa seria inútil, visto que acham que já sabem de tudo sobre tudo, ainda mais sobre as próprias idéias e idéias alheias de forma cabal. Mesmo assim, ironicamente devem ainda estar pensando no parágrafo anterior como uma forma de desafio a sua própria ignorância.

Afinal nessas horas o ego inflado de alguns fala mais alto e toma isso como um desafio. Porém, creio que sejam diminutos demais em cultura para compreender estar lançando um desafio, sendo que a inspiração para isso já consta num clássico da literatura universal, o qual creio piamente e com total certeza que desconhecem. Assim já há dois desafios aqui para os meus ditos rivais que dizem saber mais do que eu sobre qualquer assunto.

Alguns um pouco mais soberbos ou intrigados irão pensar: “Mas que raios esse bode está querendo dizer com tantos floreios e charadas?” Ora meus caros o mesmo de sempre: Que são um bando de ignorantes que se acham espertinhos, mas que no fundo até agora não souberam identificar uma concepção kantiana nem mesmo um desafio de fundo shakesperiano que consta no Mercador de Veneza. Depois disso ainda acham que são capazes de avaliar qualquer coisa que escrevo em debates? Ledo engano. Enquanto lhes satisfaz lançar meu nome e renome na lama numa votação estapafúrdia eu me comprazo em saber que sei, muito, mas muito mais de que todos esses tolinhos juntos; e isso me basta…

Entretanto, tudo que foi dito acima soa de forma tão ambígua e contraditória de forma intencional, e até poderia ser usado contra mim mesmo, desde que, se algum desses parvos fosse capaz de compreender que é um argumento de petição de princípios. Assim sendo muitos irão ficar ainda mais enfurecidos, pois mesmo todos estes mobrais se dizendo experts em retórica não conseguiram identificar a tramóia retórica aqui empregada logo de cara desde o começo. Com isso já desmascaro mais meia dúzia de proxenetas que acham que sabem, entendem e conhecem alguma coisa sobre retórica…Então façam um favor a si próprios; Voltem para a escola e aprendam ao menos tabuada!

Ora bolas, está ficando entediante redigir mais… visto que se tornou muito fácil identificar a ignorância onde ela se prolifera de forma mais crônica e coletiva, ou seja, na Duelos Retóricos… Então passar bem e quando tiverem capacidade de decorar ao menos uma tabuada me procurem para jogar mais milho e bananas para todos vocês…

Anúncios

Sobre Aloprado Alonso

O cara mais aloprado da internet - barbudo, blogueiro, rockeiro, mulherengo e sempre tentando parar de fumar ...

Publicado em 21 de julho de 2014, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: