O ópio do povo tolo

O Brasil é sem dúvida um país cuja desigualdade social, intelectual e moral é um grave problema de larga escala e que remonta as origens coloniais.

Desde o tempo que o escravo era propriedade do senhor de engenho e alforriado se tornou favelado, e desde que o povo indígena perdeu suas terras para o governo e ficou confinado na Reserva Nacional do Xingu devido a laboriosa luta dos irmãos Villas Boas é que o Brasil é retrato cuspido e escarrado dum governo que assassina seu povo em troca de poder e dinheiro.

 

Um idoso no Brasil na faixa dos sessenta anos em diante, após uma vida inteira de trabalho e contribuição para o INSS muitas vezes tem negado pela via administrativa e jurisdicional o direito de receber proventos por tempo de serviço ou até mesmo por invalidez. Em contraponto a isto, vemos o senhor Luís Inácio Lula da Silva, aposentado por invalidez porque perdeu seu dedinho, e após isso safo e esperto passou a ser funcionário do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e remunerado por isso, além de obviamente ter sido vultuosamente sustentado pelo PT pelo resto da vida.

 

Enquanto isso, uns reclamam de que a herança seja um sistema de transmissão de renda privada para quem nunca trabalhou e recebe do papai ricaço patrimônios bilionários como é o caso dos sucessores de Roberto Marinho.

 

Muitos idosos sem a menor escolaridade e incapazes de compreender seus direitos sociais e previdenciários em grande escala são ainda vitimizados por advogados que conhecendo os meandros da lei conseguem por uma vez ou outra aposentar ex-trabalhadores tarefeiros rurais e após o processo transitado em julgado concedendo os proventos, sacam a primeira parcela da aposentadoria dos mesmos que é uma bolada e investem no mercado imobiliário de suas localidades comprando “galinhas mortas” ofertada por corretores de imóveis vorazes sem ética.

 

O reflexo disso é naturalmente que no Brasil os mais espertos enchem seus bolsos de grana em face do populacho de boa fé e desavisado. Intimamente ligado a isso existe uma tendência charlatã desses mesmos a serem filiados a igrejolas exploradores desse mesmo povo em sua idoneidade espiritual cobrando dízimos a base de promessas de prosperidade financeira ou cura de alguma moléstia.

 

E cada vez mais, vemos a presença desses pastores de ovelhinhas na política como é caso do pastor Marcos Feliciano que agora intenta em concorrer para presidente da república ou da coisa pública que é cada vez mais privatizada para os detentores do poder político e financeiro as custas do povão bobão que assiste a tudo isso com cara de paisagem.

 

Ao notar que a bicha má da novela que ambiciosamente faz de tudo para ferrar com sua maninha e papai ricão é idolatrada pelas redes sociais repletas de “midioditizados” é que a esperança por dias melhores no Brasil desfalece e gera nojo e ódio por outra parcela do povo que se acha dono da verdade, mas que no fundo não admite que é servil aos pederastas republicanos eleitos.

 

Não adianta dizerem que o Ayrton Senna é exemplo se na maioria dos casos usam o mesmo cabelo do Neymar por pura falta de personalidade. Não adianta dizer que música sertaneja é uma merda ou que defende os animais é ir naquela porcaria de rodeio que trucida na espora animais e ainda traz cantores que cobram altos cachês pagos as custas do IPTU alheio e viabilizam ainda mais a política do pão e circo de prefeitos e vereadores que posam de bons moços nas redes sociais em reuniões dando apoio a fulanos e siclanos da mesma política viciosa que são da mesma laia de quem está nos altos patamares do poder.

 

O povo gosta do engano, e quando se sente traído por algum desses personagens logo perdoa e se esquece que o maior prejudicado foram e continuam sendo eles mesmos, e seguem o enredo noveleiro de sempre onde o vilão se safa e o mocinho tem final feliz no final das contas.

 

Esse é o ópio do povo tolo, que se faz de cego por não ter coragem de dar a cara aos tapas, socos e murros que bem merece!

 

Anúncios

Sobre Aloprado Alonso

O cara mais aloprado da internet - barbudo, blogueiro, rockeiro, mulherengo e sempre tentando parar de fumar ...

Publicado em 22 de outubro de 2013, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: