O corporativismo ideológico em blogs e redes socais

Já nos dizia Schiller: “Aquilo que não pode ser visto pela razão de um homem inteligente. Pode ser visto pelas torrentes de ideias duma mente infantil?”. Eis uma questão crucial.

O corporativismo ideológico destrutivo liberdade de expressão de certos grupos de debates e blogs está cada vez mais assemelhados as práticas sem ética da administração pública e dos representantes do Estado opressor. Logo, discutir seus procedimentos nos leva fatalmente a perceber que existem entidades virtuais que, sem explicação adicional alguma transformaram seus espaços em órgãos idênticos ao Estado opressor com poder de coerção e repressão sobre ideias manifestas que desagradem o comando advinda algum indivíduo que ainda preze liberdade de opinião.

Liberdade de expressão nesses espaços é a primeira garantia atacada em conjunto pelos apedeutas de forma condicionada a fazer prevalecer seus pontos vista, nivelando com isto o grau das discussões a um nível segmentado de hipocrisia e manipulação

Encontramos nesses perseguidores do livre pensamento certa emoção patológica que os move em rebanho para evitar que sejam expostos seus preconceitos e posicionamentos irracionais dando-lhes uma fachada de falsa integridade moral e intelectual. Fazem isso como forma de auto-proteção devido ideologia comuns e como meio de manter a unidade de força de ataque contra os que desejam expressar suas opiniões de forma livre e desembaraçada.

Como versaria o velho Marx: “Numa época em que é uma audácia filosófica duvidar da realidade de fantasmas, quando é paradoxal manifestar-se contra a caça as bruxas, essa época legitima fantasmas e caça as bruxas”.

Qualquer um do povo, assim como qualquer debatedor tem direito de ter independência opinativa e direito de pensar e falar a verdade tanto nos espaços públicos como nos meios virtuais que propõe do debate.

Entretanto, existe um grupo de bobos da corte que dependentes de ardis de manipulação para fazerem prevalecer seus pontos de vista irrefletidos e ideologicamente subordinados, os quais se unem para calar a voz daqueles que desejam se manifestar livremente e independemente em espaços destinados aos debates.

Numa discussão corriqueira sobre o conflito árabe-israelense determinado grupo de apedeutas ideologicamente subordinados aos pregadores da esquerda sufocaram a livre manifestação de opinião dum debatedor que apoiava o lado israelita. Certamente fariam o mesmo caso alguém ali declarasse unilateralmente apoio ao lado árabe-palestino devido falta de reflexão sobre a temática e total desconhecimento dos pilares do tema.

Isso fica claro ao citarem de forma clara um pensador que passou sua vida aclamando os ideais da Revolução Cubana, mas quando o regime cubano assassinou três jornalistas este retirou seu apoio ao regime, mas nunca retirou sua admiração enquanto o regime castrista  já havia matado mais de cem mil opositores populares no paredão.

Este é o tipo de incongruência que mais uma vez comprova que o controle das discussões estão sob o controle de apedeutas que quando se enxergam em xeque passam para o campo da injúria e difamação conjunta sem a menor cerimônia, pois não conseguem refutar as colocações feitas de forma livre e embasada.

Anúncios

Sobre Aloprado Alonso

O cara mais aloprado da internet - barbudo, blogueiro, rockeiro, mulherengo e sempre tentando parar de fumar ...

Publicado em 20 de novembro de 2012, em Sociedade. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: