Quando uma mais dois ficam de quatro

O comportamento latrocida da moral alheia de certos seres me causa espanto. Sério me deixa com medo de sair de casa tamanha é a psicopatia do sujeito. Veja só a última do malandro que sonha ser ícone pós Alonso usando a velha tática da desculpa esfarrapada segundo os alcoviteiros de plantão.

Pedir desculpas descaradamente sem se arrepender para todos e sobre qualquer coisa sob o falso pretexto de humildade e modéstia. Isso não é humildade nem mesmo modéstia é a mais notória forma de arrogância e prepotência que somente ignorantes sem personalidade aceitam.

Eis o que vale a pena ser dito ante ao descaramento e a imprudência de seres não valem o feijão que obram: A agressão moral sempre vem disfarçada de falsa humildade e modéstia. Outro hipopótamo da falsidade moral chegou ao ponto piegas de citar Tchekov de forma mais premedita e agressora ainda.

Citasse Gide e não Tchekov ora bolas do meu saco. Se quer combater canalhas que pedem desculpas esfarrapadas e mentirosas citasse Gide: “Crê nos que buscam a verdade. Duvida dos que a encontraram”.

Por sinal não há muitos em que possamos crer, mas há muitos que podemos duvidar tamanha é desfaçatez com que agem e crudelíssima é forma que exprimem em atos sobre aquilo que desconhecem de fato sem o menor pretexto.

Cito um autor que com certeza dará munição para o castrado moral me atacar devido a natureza da vida de Gide lançando suas comparações fraudulentas sobre a minha pessoa e a dele. Fazer o que? Não posso esperar nada mais do mesmo a não ser taxações mentirosas, infantis e grotescas sobre a única coisa que ele preza, mas não admite.

Talvez o desgraçado ainda precise de mais um autor para propagar seu argumento mestre contra aquele que tanto pensa ser aquilo que ele é: Portanto, cito Reinaldo Arenas: “Quanto menor for o ego de um ser humano, tanto maior será o seu caráter”.

Agora eu devo admitir que talvez tenha excedido dado ao nosso amigo falso moralista uma boa desculpa para ler o blog que nunca leu antes e me condenar! Ah estou frito ele vai ler e vai retrucar dizendo o mesmo de sempre fazendo coro com algum suposto fã de Hume que disse: “Todas as nossas ideias ou percepções mais fracas são imitações de nossas mais vivas impressões ou percepções”.

Ora bolas eis que passei dos limites e agora nesse tríduo estes falsos moralistas estão prontos a me execrar com todas as letras com base numa única impressão e percepção que possuem deste pobre diabo.

E fazem isso porque me questiono? Se eu não sou uma loira com seios fartos e bunda de mulher fruta? Se sou eu um sujeito barbado peludo será que não notaram que eu fedo a bebida e cigarro? Poxa vida! Será que eles tem tara por minha pessoa ou querem o aconchego do meu peito cabeludo e carícias duma mão áspera e pesada apenas? Porque aquilo que digo bate tão profundo nesses seres e porque me retrucam dizendo: “tu és aquilo que não somos porque não gostamos daquilo que tu és e nos fez”?! No fundo eles gostam do que afinal?

Creio que não tenham problema comigo, mas sim com aquilo que tenho e lhes falta. Ah sábia natureza que dota aqueles seres inferiores com grandes coisas! Será que eles sabem a que me refiro? Aquela outra já deve ter ido contar que a grandeza é vasta e que nunca viu nada parecido. Chegou ao ponto de me colocar para fora devido não suportar dentro si tamanha provocação, e ao me ter em suas mãos ficou querendo me colocar no devido lugar.

Bem disse Gregório de Matos: “Se justificam mentindo com pretextos enganosos,e com rodeios fingidos” – “Jamais dizem a verdade quando cal e alho lhes afronta a retaguarda”.

Pois bem, me tirou de lá e a conta dela não batia mais quanto as medidas que deveria tomar. Ficou encabulada e apreensiva e resolveu me infamar. Nisso fica claro que de um aparecem dois dobrando a infâmia e triplicando o desejo incontido de infernizar. Ou devo dizer que dois não davam um e isso era de infernizar aquela que só queria somar?

Depois disso tudo só sei duma coisa a sirigaita pegou os números que já tinha e disse: “Foi grande o estrago que fez em minha vida me sinto perseguida”

Na esperança de ouvir desculpas ouviu: Sua perseguida é que me persegue por não conseguir outro jegue!

Anúncios

Sobre Aloprado Alonso

O cara mais aloprado da internet - barbudo, blogueiro, rockeiro, mulherengo e sempre tentando parar de fumar ...

Publicado em 16 de novembro de 2012, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: